segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Praticamente um mês para a chegada do ano com final 13.
Supersticiosos não gostariam, talvez, de apostar a sorte em um número que, para alguns, significa azar. Não sei mais se posso crer na sorte.
Mais um ano na faculdade e conseguir um emprego novo são coisas que tenho buscado com tanta vontade, que me presentear com eles não é questão de sorte.
A sorte é ser assim, correria atrás de correria sem parar para pensar que a vida é sem graça. A graça está nos olhos de quem vê e nas mãos de quem faz.
Sorte é ser eu. Sorte é ser você. Sorte o mundo ser tão diferente e ao mesmo tempo encontrarmos histórias e manias tão parecidas nos vizinhos.

Azar o meu se não conseguir.
Azar o meu se eu não continuar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário